Connect with us

O que você está procurando?

Cinema

CINESESC ESTREIA MOSTRA ‘FUTUROS PRESENTES: CINEMAS EUROPEUS’

De 24 de fevereiro a 17 de março, o CineSesc recebe uma programação especial de títulos que fazem parte da Mostra Futuros Presentes: Cinemas Europeus, parceira do Sesc São Paulo com a Eunic (European Union National Institutes for Culture), rede de institutos culturais europeus no mundo, que visa fortalecer a colaboração entre instituições europeias e intensificar a cooperação e o diálogo com as realidades culturais locais nos países nos quais atua.

Instituições de sete países participantes do projeto – Alemanha, Reino Unido, Suíça, Espanha, Dinamarca, Itália e França – disponibilizarão um filme cada, a ser exibido na mostra online, cuja proposta curatorial é, para além de entreter, refletir sobre assuntos relevantes do debate global contemporâneo. O polo EUNIC São Paulo reúne Aliança Francesa, British Council, Consulado Geral de França, Consulado Geral da Suíça, Instituto Cervantes, Instituto Cultural da Dinamarca, Instituto Italiano de Cultura e Goethe-Institut.

No dia 24/02 estreiam na plataforma do Sesc Digital os filmes “Música e Apocalipse” e “A Grande Muralha Verde”. Em 03/03 é a vez dos títulos “Cidadão Nobel” e “Antártida: Uma Mensagem de Outro Mundo”. No dia 10/02, “Vênus: Vamos Falar de Sexo” e “Selfie”. E encerrando a programação da mostra Futuros Presentes: Cinemas Europeus, no dia 17/03, entra em cartaz a obra “O que nos Move?”. Os filmes serão exibidos em sescsp.org.br/futurospresentes. Para saber mais sobre todas as obras, a disponibilidade e a quantidade de visualizações de cada uma delas, consulte a programação abaixo.

A obra de ficção alemã “Música e Apocalipse”, de Max Linz, abre a programação da mostra no Sesc Digital. A cientista climática Phoebe Phaidon é contratada pelo Instituto de Cibernética da Universidade de Berlim para assumir o seminário “Introdução a Estudos de Simulação”, de Brenda Berger, chefe do instituto. Brenda precisa se dedicar ao seu projeto que é financiado externamente, na esperança de evitar a ameaça de paralisação de seu instituto pelo conselho universitário. Phoebe é obrigada a trabalhar no projeto e um consultor corporativo é contratado como coach motivacional para os funcionários do instituto. Enquanto isso, o professor Alfons Abstract-Wege ganha atenção com um projeto sobre controle nutricional. Os alunos de Phoebe suspeitam de um interesse corporativo por trás da pesquisa de Abstract-Wege e interrompem as operações diárias, ocupando a biblioteca da universidade. Phoebe viaja para uma conferência na Polônia com seu colega Julius Kelp para decifrar o segredo por trás do apocalipse iminente. O tempo está se esgotando.
Classificação indicativa: 14 anos.

Já o documentário do Reino Unido “A Grande Muralha Verde”, de Jared P. Scott, com produção-executiva do brasileiro Fernando Meirelles, acompanha Inna Modja, cantora e ativista do Mali, em uma jornada épica pela Grande Muralha Verde da África – uma ambiciosa iniciativa para fazer crescer um “muro” de oito mil quilômetros de árvores, que se estende por toda a largura do continente para restaurar a terra e fornecer um futuro para milhões de pessoas. Atravessando Senegal, Mali, Nigéria, Níger e Etiópia, Modja segue a crescente Grande Muralha Verde pela região do Sahel, revelando as graves consequências da degradação severa do solo e da aceleração da mudança climática. A muralha visa combater o aumento da desertificação, da seca, da escassez de recursos, da radicalização, dos conflitos e da migração. O documentário foi exibido na 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, em 2019. Classificação indicativa: 12 anos.

PROGRAMAÇÃO MOSTRA FUTUROS PRESENTES: CINEMAS EUROPEUS

ESTREIAS 24/02

MÚSICA E APOCALIPSE
Weitermachen Sanssouci | Dir.: Max Linz | Alemanha | 2019 | 80 minutos | Ficção | 14 anos
A cientista climática Phoebe Phaidon é contratada pelo Instituto de Cibernética da Universidade de Berlim para assumir o seminário “Introdução a Estudos de Simulação” de Brenda Berger, chefe do instituto. Brenda precisa se dedicar ao seu projeto que é financiado externamente – uma simulação virtual das mudanças climáticas – na esperança de evitar a ameaça de paralisação de seu instituto pelo conselho universitário. Tudo depende de uma avaliação bem-sucedida no final do semestre. Phoebe é obrigada a trabalhar na simulação, e um consultor corporativo é contratado como coach motivacional para os funcionários do instituto. Enquanto isso, o professor Alfons Abstract-Wege ganha atenção com um projeto sobre controle nutricional. Os alunos de Phoebe suspeitam de um interesse corporativo por trás da pesquisa de Abstract-Wege e interrompem as operações diárias ocupando a biblioteca da universidade. Phoebe viaja para uma conferência em Gdańsk, Polônia com seu colega Julius Kelp para decifrar o segredo por trás do apocalipse iminente. O tempo está se esgotando. O Dia do Julgamento está amanhecendo.

A GRANDE MURALHA VERDE
The Great Green Wall | Dir.: Jared P. Scott | Reino Unido | 2019 | 92 minutos | Documentário | 12 anos
Com produção-executiva de Fernando Meirelles, o filme acompanha Inna Modja, cantora e ativista do Mali, em uma jornada épica pela Grande Muralha Verde da África – uma ambiciosa iniciativa para fazer crescer um “muro” de oito mil quilômetros de árvores que se estende por toda a largura do continente para restaurar a terra e fornecer um futuro para milhões de pessoas. Atravessando Senegal, Mali, Nigéria, Níger e Etiópia, Modja segue a crescente Grande Muralha Verde pela região do Sahel -um dos lugares mais vulneráveis da Terra, onde as temperaturas estão subindo 1,5 vezes mais rápido que a média global-, revelando as graves consequências da degradação severa do solo e da aceleração da mudança climática. A muralha visa combater o aumento da desertificação, da seca, da escassez de recursos, da radicalização, dos conflitos e da migração.

ESTREIAS 03/03

CIDADÃO NOBEL
Citoyen Nobel | Dir.: Stéphane Goël | Suíça | 2019 | 76 minutos | Documentário | Livre
O Prêmio Nobel de Química de 2017 transforma a vida de Jacques Dubochet. Passando das sombras para a luz ele é solicitado de todos os lados. O que ele pode fazer com essa voz, que agora está sendo ouvida por todos? Como definir as lutas a serem travadas? Como se tornar um “Cidadão Nobel” com o objetivo de assumir responsabilidades como pesquisador e membro da comunidade humana? Um discurso de Greta Thunberg vira tudo de cabeça para baixo.

ANTÁRTIDA: UMA MENSAGEM DE OUTRO MUNDO
Antártida: Un Mensage de Otro Planeta | Dir.: Mario Cuesta Hernando | Espanha | 2019 | 85 minutos | Documentário | 12 anos
Podemos salvar a Antártida sem nos salvar primeiro? A Antártida é o único território do mundo onde todos os países concordaram em promover a paz, a ciência e o meio ambiente. Esse espírito é real ou é hipocrisia? E se é real, por que não podemos extrapolar para o resto do planeta? Este documentário nos torna parceiros de uma aventura emocionante na Antártida onde, com uma mistura de humor, sensibilidade e realismo, conhecemos a região e as características que a tornam um lugar tão particular. Um olhar crítico do nosso mundo para a Antártida.

ESTREIAS 10/03

VÊNUS: VAMOS FALAR DE SEXO
Venus – Let’s Talk About Sex | Dir.:Lea Glob, Mette Carla Albrechtsen | Dinamarca | 2017 | 83 min | Documentário | 14 anos
Duas diretoras estão em busca de mulheres para participar de um filme erótico baseado em suas próprias experiências sexuais. Cem mulheres aparecem para a pesquisa de elenco, mas a audição toma um rumo inesperado. Aos poucos, as personagens passam a controlar as entrevistas com suas histórias pessoais e a honestidade delas revela potencial para criar uma linguagem para a sexualidade feminina. Todas elas mostram vulnerabilidade e coragem e, por meio de cada relato, tentam compreender seus desejos sexuais em uma sociedade civilizada e esclarecida.

SELFIE
Selfie | Dir.: Agostino Ferrente | Itália | 2020 | 89 minutos | Documentário | 12 anos
Nápoles, Rione Traiano. No verão de 2014, um rapaz de 16 anos, Davide, é confundido com um fugitivo, e é morto por engano. Alessandro e Pietro também têm 16 anos, são amigos fraternos, muito diferentes e complementares, e moram a poucos metros do sítio onde Davide foi morto. Filmado sempre com o celular em modo selfie, o filme retrata a vida destes jovens, a amizade que os une, o bairro, e a tragédia de Davide.

ESTREIA 17/03

O QUE NOS MOVE?
Qu’est-ce Qu’on Attend? | Dir.: Marie-Monique Robin | França | 2016 | 119 minutos | Documentário | 14 anos
Quem diria que a campeã internacional das Cidades em Transição – movimento criado pelo inglês Rob Hopkins que incentiva o desenvolvimento sustentável – é uma pequena comunidade francesa? ”O Que Nos Move?” conta a história de múltiplas iniciativas que permitiram com que Ungersheim, uma pequena cidade na Alsácia, reduzisse sua “pegada ecológica”, ou seja, o consumo da população humana sobre os recursos naturais.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar de ler...

Séries

A HBO acaba de anunciar a produção de The Righteous Gemstones, nova comédia original sobre a história de uma família bastante religiosa e mundialmente...

Filmes

Diversos lançamentos em Outubro da Sony Pictures Home Entertainment, e pela primeira vez em Bluray no Brasil, “A Fuga das Galinhas”, “Príncipe do Egito”,...

E-sports

É jogador de LOL e quer se tornar profissional? Olha só que bacana: nessa sexta, rolou a coletiva de imprensa da RIOT, com o...

E-sports

As finais do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) sempre foram marcadas por suas atrações musicais e neste ano não é diferente. Embora...