Connect with us

O que você está procurando?

Cinema

CINESESC EXIBE DOCUMENTÁRIOS PARA QUEM GOSTA DE MÚSICA, SAMBA E CARNAVAL NA SÉRIE CINEMA #EMCASACOMSESC E FILMES DO CINEASTA PAULISTANO UGO GIORGETTI

A série Cinema #EmCasaComSesc, realizada pelo Sesc São Paulo há sete meses e com mais de 1 milhão de visualizações, disponibiliza gratuitamente ao público novos filmes em streaming pela plataforma do Sesc Digital. Nesta quinta-feira (11/02), a série estreia uma programação especial para quem gosta de música, samba e Carnaval, com os documentários “Clementina”, “O Samba”, “Elton Medeiros – O Sol Nascerá”, “Dê Lembranças a Todos” e “Viva Alfredinho!”. Já na segunda-feira (15/02), estreiam as ficções “Boleiros: Era Uma Vez o Futebol”, “O Príncipe”, “Sábado” e “A Festa”, de Ugo Giorgetti, cineasta entrevistado no novo episódio do podcast Era Uma Vez… São Paulo – 10 Anos Depois, produzido pelo CineSesc, e que vai ao ar na mesma data.

O filme “Clementina”, de Ana Rieper, conta a trajetória da cantora Clementina de Jesus (1901-1987), revelada ao mundo tardiamente, aos 63 anos, por meio de sua música e de sua história. Ela se tornou uma das maiores vozes do samba e foi considerada o elo entre a cultura brasileira e as raízes africanas. O documentário será exibido em comemoração dos 120 anos de Clementina de Jesus. Classificação indicativa: livre.

Já em “O Samba”, de Georges Gachot, Martinho da Vila é o guia do diretor franco-suíço pelo mundo do samba. Ao lado do sambista, Gachot circula pelos redutos de Vila Isabel e por grandes palcos, acompanhando de Ney Matogrosso, Leci Brandão, Paula Lima, entre outros nomes da música. Ao longo do caminho, personagens anônimos, que fazem o samba ser a grande expressão cultural brasileira, também estão presentes, dando ao filme um panorama completo do gênero. Classificação indicativa: livre.

O título “Elton Medeiros – O Sol Nascerá”, de Pedro Murad, faz uma homenagem ao cantor, compositor e ritmista Elton Medeiros (1930-2019). Junto a seu último parceiro, Vidal Assis, ele canta, conta histórias e emociona. Classificação indicativa: livre.

Outra sugestão é o título “Dê Lembranças a Todos”, dos Irmãos Di Fiore (Fábio e Thiago). A obra retrata o cantor, compositor, poeta e pintor Dorival Caymmi. Em toda carreira, Dorival criou pouco mais de 100 canções, o suficiente para se tornar um dos maiores compositores da música popular brasileira. Seu estilo é único, com letras simples e uma batida de violão que ninguém copia. O documentário ganhou o prêmio de Menção Honrosa no Festival In-Edit, em 2020. Classificação indicativa: 10 anos.

O documentário “Viva Alfredinho!”, de Roberto Berliner, encerra a seleção de filmes da programação especial de Carnaval da série #EmCasaComSesc. Fundado em 1968, em diminutos 18 metros quadrados de Copacabana, o Bip Bip é patrimônio cultural carioca. O bar refletia o espírito de seu dono, o emblemático Alfredinho. O filme é um registro afetuoso de seu velório, cerimônia que começou na mesa do bar e tomou o cemitério São João Batista de alegria e saudades, em um sábado de Carnaval. Vencedor de Melhor Curta Documentário no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, em 2020. Classificação indicativa: livre.

Na segunda-feira (15/02), estreiam na série as ficções “Boleiros: Era Uma Vez o Futebol”, “O Príncipe”, “Sábado” e “A Festa”, de Ugo Giorgetti, cineasta entrevistado do novo episódio do podcast Era Uma Vez… São Paulo – 10 Anos Depois, produzido pelo CineSesc, que vai ao ar na mesma data. Autor de produções premiadas, Giorgetti fala de sua relação com a cidade e da importância de São Paulo em sua obra.

Com apresentação da jornalista Flavia Guerra, Era Uma Vez… São Paulo – 10 Anos Depois, que estreou em 25 de janeiro, resgata o ciclo de encontros com cineastas paulistanos realizado em 2010, no CineSesc, e mediado por Christian Petterman. Os episódios mesclam trechos dos debates originais, com destaque para a contribuição de Petterman, falecido em 2016, em uma nova conversa com os diretores, que revisitam seu cinema e atualizam sua trajetória e sua perspectiva sobre o cinema paulistano e brasileiro. O podcast está disponível no canal do youtube do CineSesc (youtube.com/cinesesc). Além do episódio de Ugo Giorgetti, estão disponíveis o episódio de apresentação do projeto e a entrevista exclusiva com a cineasta Anna Muylaert.

PROGRAMAÇÃO Cinema #EmCasaComSesc

ESTREIAS 11/02
(Disponíveis por 14 dias)

CLEMENTINA
Dir.: Ana Rieper | Brasil | 2018 | 75 min | Documentário |Livre
Um olhar sobre a trajetória da cantora Clementina de Jesus (1901-1987). Revelada tardiamente, aos 63 anos, ela se tornou uma das maiores vozes do samba e foi considerada o elo entre a cultura brasileira e as raízes africanas.

O SAMBA
Dir.: Georges Gachot | Suíça | 2014 | 82 min | Documentário |Livre
Martinho da Vila é o guia de Georges Gachot pelo mundo do samba. Ao lado do sambista, o diretor circula pelos redutos de Vila Isabel e por grandes palcos, acompanhando um time de primeira: Ney Matogrosso, Leci Brandão, Paula Lima, entre outros. Ao longo deste caminho, personagens anônimos, que fazem o samba ser a grande expressão cultural brasileira, também estão presentes dando ao filme um panorama completo do gênero.

ELTON MEDEIROS – O SOL NASCERÁ
Dir.: Pedro Murad | Brasil | 2020 | 86 min | Documentário |Livre
Homenagem ao compositor Elton Medeiros. Junto a seu último parceiro, Vidal Assis, ele canta, conta histórias e emociona.

DÊ LEMBRANÇAS A TODOS
Dir.: Irmãos Di Fiore | Brasil | 2018 | 73 min | Documentário | 10 anos
Dorival Caymmi, em toda carreira, criou pouco mais de 100 canções. O suficiente para se tornar um dos maiores compositores da música popular brasileira. Seu estilo é único: letras simples e uma batida de violão que ninguém copia. Um artista por essência, expressava o que via na própria vida não só por meio da música, mas também do desenho e da pintura. De sua infância aos dias de hoje, o documentário apresenta a vida e a obra de um dos fundadores da música popular brasileira.

VIVA ALFREDINHO!
Dir.: Roberto Berliner | Brasil | 2019 | 16 min | Documentário | Livre
Fundado em 1968, em diminutos 18 metros quadrados de Copacabana, o Bip Bip é patrimônio cultural carioca. O bar refletia o espírito de seu dono, o emblemático Alfredinho. O filme é um registro afetuoso do seu velório, cerimônia que começou na mesa do bar e tomou o cemitério São João Batista de alegria e saudades em um sábado de Carnaval. Vencedor de Melhor Curta Documentário no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, em 2020.

ESTREIAS 15/02
(Disponíveis por 14 dias)

BOLEIROS: ERA UMA VEZ O FUTEBOL
Dir.: Ugo Giorgetti | Brasil | 1998 | 97 minutos | Ficção |Livre
Em um bar na cidade de São Paulo, ex-jogadores de futebol se encontram para relembrar antigas glórias e histórias curiosas do tempo em que ainda eram profissionais.

O PRÍNCIPE
Dir.: Ugo Giorgetti | Brasil | 2002 | 102 minutos | Ficção | 14 anos
Gustavo (Eduardo Tornaghi) é um homem de meia idade que vive em Paris, há mais de 20 anos. Ele leva uma vida pacata de intelectual sul-americano no exílio, feita de conferências, palestras, traduções e artigos para publicações especializadas de pouca tiragem, mas de muito prestígio. Durante todo esse tempo, Gustavo não tinha feito nenhuma visita ao Brasil. Várias vezes esteve a ponto de voltar, mas as razões para as viagens, de alguma maneira, acabaram superadas e ele pôde continuar aproveitando de sua paz na Rive Gauche. Só que sua mãe passa a ter a saúde cada vez mais frágil e, após seu sobrinho adoecer, Gustavo decide retornar ao Brasil. É quando ele passa a reencontrar a cidade e o país, os quais deixou há mais de duas décadas, tendo que se adaptar à nova realidade local.

SÁBADO
Dir.: Ugo Giorgetti | Brasil | 1994 | 85 minutos | Ficção | 12 anos
Sábado na cidade de São Paulo. Uma equipe de publicidade ocupa o saguão do antigo Edifício das Américas, no centro da cidade, para a gravação de um comercial. Mas um elevador quebrado obriga equipe e moradores a dividirem o mesmo espaço. Desse convívio forçado surgem pequenos incidentes que tornam este sábado diferente de qualquer outro.

A FESTA
Dir.: Ugo Giorgetti | Brasil | 1989 | 87 minutos | Ficção | 14 anos
Um músico, um jogador de sinuca e seu ajudante são contratados para animar uma festa em uma mansão para a elite paulistana. Os três aguardam um chamado no salão de jogos da casa. Durante a espera, eles discutem sua situação e têm contato com garçons e empregados, todos dirigidos por um mordomo autoritário.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar de ler...

Filmes

Diversos lançamentos em Outubro da Sony Pictures Home Entertainment, e pela primeira vez em Bluray no Brasil, “A Fuga das Galinhas”, “Príncipe do Egito”,...

Séries

A HBO acaba de anunciar a produção de The Righteous Gemstones, nova comédia original sobre a história de uma família bastante religiosa e mundialmente...

E-sports

É jogador de LOL e quer se tornar profissional? Olha só que bacana: nessa sexta, rolou a coletiva de imprensa da RIOT, com o...

E-sports

As finais do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) sempre foram marcadas por suas atrações musicais e neste ano não é diferente. Embora...